segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Terceiro Dia

V. Vinde, Senhor, em meu auxílio.
R. Senhor, apressai-vos em socorrer-me.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Assim como era no princípio, agora e sempre, por todos os séculos e séculos. Amém!

MEDITAÇÃO
 
A devoção a Maria conduz as almas a Jesus Cristo
 
Jesus e Maria são inseparáveis. Só por Maria se pode ir a Jesus, e ninguèm se pode aproximar de Maria, sem encontrar Jesus. Santa Isabel, recebendo Maria, ao ouvir a sua voz, descobre Jesus, que vinha santificar o menino que ela trazia em suas entranhas. Os magos vêm à procura de Jesus e encontram o Menino e sua Mãe. Admirável imagem de nossas relações com Jesus e com Maria: por toda parte os encontramos unidos para nos amar e cumular de benefícios.
No mundo, admira-se muitas vezes a conversão súbita à vida cristã, quando essas almas pareciam longe de receber graça tão assinalada. Jesus Cristo, movido por uma prece de Maria, comovido por um olhar suplicante ou alguma pequenina homenagem, esclarece, de uma graça eficaz, essas almas levianas ou rebeldes. Uma vida exemplar é o prêmio de uma franca devoção a Maria. Todos os que a graça apanha nos caminhos mundanos e, convertidos, seguem a Jesus Cristo, transpõem com o auxílio de Maria o abismo que separa o mundo do caminho do céu. É Maria quem nos sustenta e nos impede de olhar para trás. Quantas e quantas graças obtidas dão testemunho da utilidade, da necessidade de devoção a Maria. Esta devoção é uma graça que nos atrai outras mais preciosas. Mas, é precisamente no uso dos sacramentos que encontramos Maria ocupada em preparar-nos a bem recebê-los. Quem comunga com fervor, com amor, senão a alma que ama Maria?...
Recebeis na mesa santa o corpo adorável de Jesus, mas, foi Maria quem nos alcançou essa graça. A Maria deveis todas as piedosas disposições com que vos aproximais desse divino sacramento. Quando visitais o Santíssimo Sacramento, tão solitário no sacrário a maior parte do dia, é Maria quem vos inspira o pensamento de honrar o seu divino Filho no tabernáculo:"como é bom estar aqui". Mas, se sentis a presença de nosso doce consolador, é Maria quem para vós inclina o ouvido de Jesus e quem dispõe seu coração a vos ser favorável. Deus Pai disse ao mundo duas vezes: " Eis meu Filho bem amado... escutai-o...." Maria, porém, todas as vezes que entramos na igreja, nos diz:  "Eis meu Filho muito amado, vinde ter com Ele! Escutai sua voz e segui seus exemplos". Quem não ouviu ao íntimo de seu coração, a voz de Maria, instando-nos pela nossa fidelidade às promessas do batismo, recebidas por ela e por Jesus, promessa que solenemente renovamos no dia de nossa primeira comunhão? Se, depois deste grande dia, fostes fiel a Jesus, fiel à graça da vocação, o deveis à Maria; mas, se por desgraça perdestes a inocência, é porque sem dúvida alguma, fostes infiel ao culto de Maria; examinai bem e vereis que arrefecestes ou abandonastes as práticas de devoção para com vossa boa Mãe.
Se quereis servisr mais fielmente a Jesus Cristo do que o fizestes até agora, ficai certo que Maria, que vos inspira este desejo, vos dará a força de o realizar. Em uma palavra, toda graça que nos aproxima de Jesus Cristo nos vem das mãos de Maria. E é preciso pedi-la assim como a graça por excelência da perserverança final, que ela tem em suas mãos. Roguemos a Maria, com todo o fervor, a graça de perserverarmos em nossas boas resoluções, de caminharmos até a nossa hora extrema de nossa vida, sempre entregues ao serviço de Deus. Aquele que lhe pedir a perseverança em cada dia de sua vida, diz Suarez, infalivelmente a obterá.
 
Oração
 Ó Maria! Eu vos suplico que me conduzais a Jesus; alcançai que Ele seja o Senhor soberano de minha alma. Ó Maria, quisera vos amar tanto que cada ato de meu amor vos pudesse dar graças pelos benefícios recebidos, principalmente por minhas comunhões.  E porque sobre mim se abrem tão liberalmente vossas mãos e as de Jesus, acrescentai um novo título à minha gratidão, ouvindo as orações que vos faço durante essa novena. De antemão vos agradeço o novo sinal de ternura que corresponderá às minhas preces. Se não receber o que desejo, receberei, sem dúvida, uma melhor graça. Dever-vos-ei um duplo reconhecimento: o de terdes escutados minhas orações e o de me terdes deferido mais favoravelmente do que o desejava. Atraí para vós meu coração, pela confiança, e guardai-o para sempre pelo amor e pela gratidão.
(Rezam-se 9 Ave- Marias)

Exemplo
Uma pessoa ia de carruagem pela estrada que conduz a S. Nicolau do Porto (Bélgica). No caminho, o carro tombou e ela partiu uma perna. Foi tão completa a fratura que o pé ficou deslocado. No auge da dor, reanimou as forças e falou cheia de fé:" Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, curai-me!Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, vinde em meu socorro!" Apenas tinha pronunciado estas palavras, a doente pediu tornassem a metê-la no carro. Chegando a casa, mandou chamar o médico. Esse não tardou; examinou minuciosamente a perna e disse:" Não acho nada quebrado, nem fora do lugar. Pode servir-se do tornozelo à vontade.Vejo que os dois ossos do tornozelo estiveram partidos, mas, afirmo que neste momento se acham perfeitamente ligados". " Protegida de Maria, podia, pois, andar; estava completamente curada".
Em qualquer cirscunstância devemos recorrer a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com toda a confiança e sempre seremos atendidos pela melhor forma para o nosso bem.

Sem comentários:

Enviar um comentário